This is where the Flash banner appears.

1932 - 1972

A Pequena Mercearia de José Moreira

No princípio, em 1932, tratava-se de uma pequena mercearia localizada em Matosinhos, pertença de José Moreira, cuja especialidade era precisamente "torrar e vender" Café proveniente de Angola. Era assim conhecida por "Casa do Café de Angola" designação posteriormente abreviada para "Casa Angola". Ao longo dos anos, como por exemplo nas décadas de 50 e 60, soube tirar partido de novas oportunidades de mercado tornadas possíveis pela construção do porto de Leixões, iniciando a actividade de shipchandler (fornecedor de navios). Com o passar dos tempos, a sua acção estende-se a outros importantes portos nacionais e mesmo ao de Vigo, dada a sua proximidade geográfica.

1973 - 1980

As Primeiras Exportações

Com o desmantelamento da frota mercante após 1974, e a consequente diminuição do movimento portuário, tornava-se necessário diversificar: é neste contexto que surge a criação com supervisão da alfândega de Leixões, de um entreposto aduaneiro, sendo que este investimento inicia a Casa Angola no mercado do duty-free; aproveitando este know-how, dá-se o início do fornecimento de matéria-prima a caterings e companhias de aviação. Durante os anos 80, a experiência acumulada, sobretudo na área do duty-free e os contactos com grandes fornecedores nacionais e internacionais, possibilitaram iniciar a actividade de exportação, fornecendo hotéis, cantinas, distribuidores, retalhistas e armazenistas, sobretudo em África.

1981 - 1999

Novas Oportunidades

Com os anos 90, e sempre em crescimento, dá-se a exploração das vendas de duty-free e o travel retail, a bordo de aeronaves de importantes linhas aéreas internacionais e algumas companhias charter. Com o aproximar do novo século a empresa inicia uma importante diversificação das suas áreas de exportação para novos continentes, nomeadamente as Américas, a Ásia e a Oceânia. A filosofia de cargas mistas e as parcerias desenvolvidas rapidamente tornaram o mercado norte americano um dos principais destinos das nossas exportações.

2000 - 2010

Icon de Progresso e Renovação

Rapidamente a CA assume-se como uma das poucas empresas portuguesas de raiz 100% exportadora, e cujas exportações abrangem mais de três dezenas de países, e chegam aos 5 continentes. Assim, José Moreira e a sua pequena mercearia de "torrar e vender café de Angola" tornaram-se ícones de progresso em constante renovação e crescimento, que dificilmente o seu fundador poderia alguma vez prever.